8 de jul de 2013

Furto: a terceira brecha

Paz a todos,

    Sei que você que leu o título pensou: Ah, mas isso eu não faço! Então vem comigo conferir.



    Furtar é pegar qualquer coisa que não seja sua e usufruir. Pode ser dinheiro sim, mas pode ser um grampo, um clipes, um chiclete, uma folha ... já parou que tudo que não é seu não é seu? Parece bobo não é? Mas de acordo com as circunstâncias acabamos achando que não tem problema.

    Não é porque algo está "disponível" em nosso trabalho, que podemos levar pra casa. Nem podemos pegar algo que está sobrando para um amigo, sem pedir.




        "Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.Malaquias 3:8




    Dízimos e ofertas são de Deus, nós apenas devolvemos. Se você não oferta e não dá dízimo você não está deixando de "dar dinheiro para o pastor, ou padre" você está desobedecendo o que a Bíblia manda. O que a igreja, o pastor ou padre, vai fazer com o dinheiro "ela" que prestará contas. Nós devemos fazer nossa parte e obedecer a Deus em tudo.


        "O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância." João 10:10


    Tente se esforçar para merecer o que é teu, pois essa brecha abre espaço para nós também sejamos furtados. Pense assim: será que eu gostaria, permitiria, que pegassem tudo que tenho bastante sem me pedirem?


Nenhum comentário :

Postar um comentário