31 de jul de 2016

A sexta trombeta do Apocalipse

Paz a todos

    Depois de vermos detalhadamente a quinta trombeta do Apocalipse, hoje vamos continuar com a visão do apóstolo João do sexto anjo do Apocalipse tocando a sua trombeta.

13 E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus, Apocalipse Capítulo 9
    Como já vimos o altar de ouro é o altar dos incensos que simboliza a oração dos santos que comandarão esse juízo (a oração do cristão tem poder, quando dizemos que "venha o teu reino" estamos pedindo que venham das as trombetas antes, você já pensou nisso?).
    As pontas do altar representam o poder de Deus e são quatro para representar o poder de Deus sobre o mundo.

14 A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates. Apocalipse Capítulo 9

    Novamente o número quatro (aqui tem toda uma simbologia lembrando do Rio Eufrates como símbolo do paraíso e os anjos que guardavam aquele lugar). Aqui temos anjos prontos a atuar sobre o mundo, o que será que eles vão fazer? 
15 E foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens. Apocalipse Capítulo 9

    Se na quinta trombeta o tormento durava cinco meses, aqui temos uma matança em fração de segundos. Assim como no Egito quando na última praga houve a morte dos primogênitos enquanto o povo de Deus estava protegido através da celebração da primeira Páscoa, aqui também temos a proteção de Deus para os seus.
    Aqui dá pra fazer uma longa discussão, mas em resumo Deus é justiça e muitas das mortes que questionamos hoje são fruto da maldade do homem e através de seu livre arbítrio.

16 E o número dos exércitos dos cavaleiros era de duzentos milhões; e ouvi o número deles. Apocalipse Capítulo 9
    Em grego DISMYRIADES MYRIADES = 20.000 x 10.000 = 200 milhões. Ele ouve o exército para enfatizar a quantidade e o poder desta trombeta.

17 E assim vi os cavalos nesta visão; e os que sobre eles cavalgavam tinham couraças de fogo, e de jacinto, e de enxofre; e as cabeças dos cavalos eram como cabeças de leões; e de suas bocas saía fogo e fumaça e enxofre. Apocalipse Capítulo 9

    Fogo - vermelho, jacinto - azul e enxofre - amarelo indicam as cores da couraça. Os gafanhotos possuiam dentes de leão, aqui a cabeça de leão indica o mesmo juízo de destruição aumentado.
    Outro pequeno detalhe é que fogo, fumo e enxofre são elementos do inferno (Gn 19.24-28 Sodoma e Gomorra).
18 Por estes três foi morta a terça parte dos homens, isto é pelo fogo, pela fumaça, e pelo enxofre, que saíam das suas bocas. 
19 Porque o poder dos cavalos está na sua boca e nas suas caudas. Porquanto as suas caudas são semelhantes a serpentes, e têm cabeças, e com elas danificam.Apocalipse Capítulo 9

    Não só há poder de matar, mas de danificar também. 

20 E os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras de suas mãos, para não adorarem os demônios, e os ídolos de ouro, e de prata, e de bronze, e de pedra, e de madeira, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar. Apocalipse Capítulo 9

    O arrependimento não vem.

21 E não se arrependeram dos seus homicídios, nem das suas feitiçarias, nem da sua fornicação, nem dos seus furtos. Apocalipse Capítulo 9

    Bom a saída do povo do Egito foi depois da morte dos primogênitos (Ex 7.14-12.36), por este e muitos outros motivos localizamos o Arrebatamento na sétima trombeta.
    Estão curiosos pra saber mais detalhes da sétima trombeta e do arrebatamento? Semana que vem tem mais. Beijo e paz.

Deixe seus comentários

CONTINUAÇÃO
Imagens retiradas da internet









By Aline Dutra


Nenhum comentário :

Postar um comentário