5 de nov de 2016

Anunciando o que viria no Apocalipse

Paz a todos,

    Bora terminar o capítulo 14 do Apocalipse? Vem ver tudo que é anunciado nesse capítulo!

Primeiro Anúncio da Queda da Babilônia
 8 E outro anjo seguiu, dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua fornicação. Apocalipse Capítulo 14

    Babilônia = centro organizacional do império maligno, símbolo de poder, depravação, prostituição espiritual, apostasia e rebelião contra Deus.

9 E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, Apocalipse Capítulo 14

    A todos que aceitassem o sinal da besta e, consequentemente, a adorassem:

10 Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.
11 E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome. Apocalipse Capítulo 14

    E em meio a tudo isso vemos o Consolo dos Santos
12 Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. Apocalipse Capítulo 14

    Paciência, pois o sofrimento desta terra é passageiro (II Co 4.16-18).

13 E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os seguem. Apocalipse Capítulo 14

    Não é o que a maioria quer ouvir, mas quando um justo morre ele é poupado dos sofrimentos que os que ficarem sofreram e terão a recompensa de tudo que fizeram no Senhor.

    E o anúncio do Armagedom:  batalha no fim da grande tribulação entre o exército do Anticristo e do exército de Cristo!
14 E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante ao Filho do homem, que tinha sobre a sua cabeça uma coroa de ouro, e na sua mão uma foice aguda. 
15 E outro anjo saiu do templo, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice, e sega; a hora de segar te é vinda, porque já a seara da terra está madura.
16 E aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice à terra, e a terra foi segada.
17 E saiu do templo, que está no céu, outro anjo, o qual também tinha uma foice aguda.
18 E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice aguda, dizendo: Lança a tua foice aguda, e vindima os cachos da vinha da terra, porque já as suas uvas estão maduras.
19 E o anjo lançou a sua foice à terra e vindimou as uvas da vinha da terra, e atirou-as no grande lagar da ira de Deus.
20 E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do lagar até aos freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios. Apocalipse Capítulo 14

    A ceifa relata uma guerra violentíssima. Rio de sangue dos mortos = 288 km. Veremos mais detalhes no capítulo 19, mas fiquem a vontade para  perguntar e comentar.

Beijos e paz.

Imagens retiradas da internet









By Aline Dutra


Nenhum comentário :

Postar um comentário